Como vencer a preguiça?

Se você já escolheu ficar na cama em vez de sair pra caminhar ou ficar jogado no sofá em vez de lavar a louça, você já sentiu preguiça. E normalmente essa preguiça vem junto com um pouco de culpa e um compromisso de que no dia seguinte vai ser diferente, mas não é.

E aí, como sair disso?

Preguiça é como uma força que te puxa para baixo. É algo que te mantém em um lugar muitas vezes quentinho, confortável, mas te impede de ser um pouco melhor e se transformar.

Quando você tem preguiça de fazer alguma coisa, mas sabe que precisa fazer aquilo porque não tem ninguém que faça pra você (lavar a louça, por exemplo) ou que precisa fazer aquilo pra conquistar algo que você quer (como saúde ou uma promoção no trabalho), vai ter que enfrentar a preguiça.

Só que é difícil fazer isso quando a preguiça já virou um hábito. E quando você pratica a preguiça constantemente, ela ganha mais força e se torna mais natural do que levantar o sofá ou da cama e fazer aquilo ao que você se predispôs.

Nosso cérebro gosta de facilidade. Ele atua pelo caminho mais fácil, seja em algo que te leve pra prosperidade, seja em algo que te leve pro fundo do poço. Então, se ele já se acostumou com a preguiça, vai priorizá-la para gastar menor energia.

E você, mesmo sabendo que fazer aquilo vai ser melhor, não faz para poupar a energia de enfrentamento.


Eu tenho que te dizer que pra vencer a preguiça é preciso encará-la de frente e dizer: “estou com preguiça. Posso ser melhor, mas tem uma força me puxando pra baixo e ela chama preguiça”. Isso vai te ajudar a entender o que é preguiça em você e diferenciá-la de cansaço e procrastinação.

O reconhecimento da preguiça vai te levar a entender o porque isso virou um hábito e encontrar estratégias para mudança.